segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Medo da morte



Morte não me assusta.
Juro que não sinto o menor temor. Que ela venha quando julgar que deva, estarei tranquilo.
Assusta-me sim a ideia de nunca mais ver certas pessoas.
Incomoda-me imaginar que me afastarei para sempre de minha filha e dos entes queridos que me ajudaram a construir a vida.
Dói um pouco pensar que não verei meus cães nem reencontrarei minha avó, meu pai, minha mãe; Juan Pablo, o pardalzinho da perninha quebrada; o peixinho Bud e seus irmãozinhos; as tartaruguinhas...
Afora isso a morte em si não me incomoda.


Gilberto Leite
gilbertopleite@hotmail.com